sexta-feira

Luís Filipe Meneses apanhado no simulacro do Macro

Nas sequência do apoio que Meneses deu à CGTP-IN de Carvalho da Silva para cavalgar a onda anti-reformas da Educação em curso, o locatário do partido da Lapa arrisca-se a frequentar as reuniões da Soeiro Pereira Gomes, ir comer courates na Festa do Avante no Seixal, ir ou mandar emissário a cada greve do PCP (para cobrir os passos de Sócrates), apanhar os tiques de Cunhal já calibrados pelo camarada Jerónimo, naquele estilo cangalhadeiro de Sacavém que o caracteriza, e dizer que vai haver "courates, mines e utras goluseimas". Eis o progresso conceptual e pragmático social-democrata - que hoje virou à esquerda de forma tão surpreende quanto fracturante. Um dia Meneses acorda na cama de Bernardino Soares, o tal que defende que a Coreia do Norte é uma democracia pluralista. São estes os momentos da política à portuguesa que fazem deste País e de algumas pessoas que por cá vivem o Portugal dos pequeninos. Um Portugal em que a realidade ultrapassa deveras a ficção. Mais circo para quê!? Pergunto-me como será a política municipal em Gaia...

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

<